Políticas públicas de educação

Uniban e as universidades "de mentirinha": tudo menos educação

Imprimir

Para além de minissaias, loiras, jovens revoltados com a própria libido e escândalos midiáticos, o episódio da aluna da Uniban tem muito a nos ensinar. Ontem, descobri que ela foi expulsa desta "universidade", e ainda com o argumento "pegagógico" de que "a educação se faz com atitude e não com complacência". Bem, se a Uniban sabe o que é educação, isto é novidade pra mim. Até onde sei, a Uniban é uma empresa que serve para dar lucro, não para educar. Educar não dá lucro. Cursos de especialização sim, mas não universidades.

O artigo abaixo, retirado do portal do Luis Nassif, desenvolve melhor esta idéia. A febre por diplomas universitários (um problema da cultura brasileira) unida à política de "democratização" do ensino superior (o "liberou geral" instituído pelo MEC logo após a nova LDB) produziu esta barbárie no ensino superior. Para se ter uma idéia, no Brasil há quase dez vezes mais faculdades de direito que nos EUA (que é a "terra dos advogados") e há mais faculdades de medicina que em toda a Europa. Os jovens perdem tempo e dinheiro com cursos "de mentirinha", enquanto os donos enchem o bolso de dinheiro. Confira no artigo de André Araujo. Ah, e podem esperar que no próximo mês alguma revista de fotos femininas fará um "ensaio sensual com a loira da Uniban".

Última atualização em Qui, 19 de Novembro de 2009 13:08 Leia mais...
 

Escola passa a ser obrigatória dos 4 aos 17 anos

Imprimir

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) aprovada pelo Senado esta semana, que garante mais R$ 9 bilhões para o orçamento da educação, veio acompanhada de uma grande mudança no acesso ao ensino. Ela determina que as crianças terão que entrar obrigatoriamente na escola aos 4 anos, na pré-escola, e só poderão sair aos 17, após concluírem o ensino médio. Hoje, apenas o ensino fundamental, que compreende a faixa etária dos 6 aos 14 anos, é obrigatório. As redes municipais e estaduais terão até 2016 para implementar a mudança gradualmente.

Última atualização em Ter, 03 de Novembro de 2009 19:31 Leia mais...
 

E agora, ENEM? Pra onde vamos?

Imprimir

O solene Exame Nacional do Ensino Médio virou uma verdadeira bagunça. Como? Houve descuido? Por que? A quem interessa? Como ficam as universidades? Quando sai o resultado? O que fazer no meio desta confusão?

Em primeiro lugar, entender o que está acontecendo. Numa primeira leitura, parece que o jornal O Estado de São Paulo foi, uma vez mais, o arauto da ética brasileira, denunciando irregularidades no ENEM depois do "escândalo Sarney" perder ibope. Segundo o jornal, a coisa aconteceu de forma bastante simples:

"O Enem foi cancelado no dia 1º [de outubro] após o Estado ser procurado por dois homens que queriam vender o cadernos de questões. O jornal recusou e denunciou ao Ministério da Educação (MEC)." http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20091008/not_imp447667,0.php

Mas será tão simples assim?

Última atualização em Sex, 09 de Outubro de 2009 11:02 Leia mais...
 

Projeto de lei limita número de alunos por sala de aula

Imprimir

DEU NA AGÊNCIA BRASIL:
CCJ da Câmara aprova projeto que limita número de alunos em sala

Amanda Cieglinski

"Brasília - Um projeto que limita o número de alunos por sala de aula nas escolas públicas foi aprovado hoje (2) pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. Para os anos iniciais do ensino fundamental, o máximo de estudantes será de 25 por professor. Nos anos finais o limite será 35. A proposta segue agora para tramitação no Senado.

Última atualização em Seg, 07 de Setembro de 2009 20:07 Leia mais...
 


Página 8 de 16



Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Veja a nova grade curricular de São Paulo (2012)

Políticas públicas de educação
A grade curricular do estado de São Paulo sofreu algumas alterações para o ano de 2012. A última mudança havia sido feita em 2008. Só pra ressaltar, esta grade é obrigatória apenas para as escolas es...(61112)

Lei do bônus para professores em São Paulo (texto completo da lei complementar 1078/08)

Políticas públicas de educação
Há poucos dias Serra sancionou a chamada "lei do bônus". Antes de qualquer análise ou comentário, vamos disponibilizar o texto todo da lei. Encontrá-lo na rede não é tão fácil quanto deveria ser num ...(44891)

Grade curricular 2009: a secretaria de Educação de São Paulo publica resolução que fere autonomia das escolas e professores, diz APEOESP

Políticas públicas de educação
A análise da resolução está no site da apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), e foi colada mais abaixo. Fiz um índice para agilizar a consulta. OBSERVAÇÃO IM...(39918)

Plano Nacional de Educação 2011-2020 (texto completo com índice de metas)

Políticas públicas de educação
O novo Plano Nacional de Educação foi apresentado hoje (15/12) pelo ministro da Educação Fernando Haddad ao presidente Lula. O projeto de lei descreve, dentre outras coisas, as 20 metas para a próxim...(35607)

Projeto de lei limita número de alunos por sala de aula

Políticas públicas de educação
DEU NA AGÊNCIA BRASIL:CCJ da Câmara aprova projeto que limita número de alunos em sala Amanda Cieglinski "Brasília - Um projeto que limita o número de alunos por sala de aula nas escolas públicas f...(23402)