Um outro mundo é possível? Os alunos buscam respostas

Ashoka: apoio a empreendedores sociais

Imprimir

1. Visão Geral

A Ashoka é uma organização mundial sem fins lucrativos que realiza um trabalho de apoio a empreendedores sociais- pessoas com projetos capazes de de provocar um amplo impacto social.

A atuação é mundial. Existem mais de 3500 empreendores apoiados em diversos países do mundo. Cerca de 320 empreendores brasileiros participam da rede da Ashoka. Existe um conselho, integrado por alguns dos empreendedores sociais que tiveram seus projetos realizados com sucesso. http://www.ashoka.org.br/sobre-a-ashoka/conselho-2/

A organização internacional também possui uma presidente, Diana Wells.

Em São Paulo fica localizada uma sede, responsável pela região Brasil-Paraguai.

Página do Facebook https://www.facebook.com/ashokabrasil?fref=ts

Site: https://www.ashoka.org/

2. Entendendo a proposta

Como funciona?

Para ter a sua inovação apoiada pela Ashoka, primeiro é preciso que você já tenha colocado em andamento o seu projeto, e através do site se cadastre para se tornar um empreendedor social. Para isso existe uma seleção onde são analisados os seguintes critérios: inovação, perfil empreendedor, criatividade, impacto social e fibra ética. Se a proposta for aceita, o candidato passa por uma entrevista com o representante da Ashoka no Brasil, que vai até o ambiente de trabalho do candidato para ver a seriedade de seu trabalho. Passada esta etapa, ele realiza outra entrevista com o representante da Ashoka Internacional. Caso aprovado o candidato integrará o Painel de Seleção, nesta etapa ocorrerão três entrevistas feitas por empreendedores sociais da Ashoka, a partir desta seleção será decidido se o candidato poderá ou não ingressar na rede Ashoka. É considerado essencial que a ideia trazida pelo empreendedor que busca investimento ( que eles chamam de “fellow”) seja uma ideia nova, inédita.

Como começou?

Criada em Washington D.C. no ano de 1980 pelo norteamericano Bill Drayton. O primeiro empreendedor social com qual a Ashoka formou uma rede foi na Índia, em 1981.

De onde vêm os recursos materiais e as pessoas que trabalham nesta atividade?

Como o projeto consiste basicamente no investimento de recursos financeiros nos novos empreendedores sociais, a Ashoka é financiada basicamente por doações. Essas doações podem vir de pessoas, de empresas, de alguma forma de arrecadação de fundos,etc. Eles não aceitam doações de instituições governamentais.

Existem quatro tipos de vagas para trabalhar na Ashoka. Primeiramente você pode ser um funcionário permanente, existem vagas com duração de um ano, você pode estagiar com a Ashoka ou ainda você pode ser um voluntário.

Um exemplo é a parceria da Ashoka com a JP Morgan Chase Foundation, que possibilitou a expansão da rede Ashoka no Japão.

Quais foram os resultados obtidos até agora?

Anualmente, a Ashoka divulga em seu site um relatório e um estudo de impacto( https://www.ashoka.org/annual-reports), que contem alguns dos projetos que surtiram um impacto social grande e que cumpriram com os objetivos propostos pelos investidores. O site também disponibliza um extrato das doações que entraram e do dinheiro que foi repassado aos empreendedores.

Os resultados são mostrados nas mais diversas áreas, como saúde, educação, conscientização da população civil em relação a política, desenvolvimento de novas tecnologias para agricultores e assim por diante.

O estudo de impacto publicado em 2013 pode ser encontrado aqui:https://www.ashoka.org/sites/www.ashoka.org/files/2013-Impact-Study-FINAL-web.pdf

3. Discussão

Como o grupo descreveria sua utopia? Ela tem um nome?

Nossa utopia é um mundo onde não há conformismo, onde quando a sociedade não concordar com algo vá contra aquilo e ignore que existe um problema. Mesmo que este problema não a afete, em nosso mundo esta pessoa olharia para o outro que é afetado por ele, e junto ao outro teria a vontade de mudar um quadro presente na sociedade em que vive. Na nossa utopia, seria justamente esta não conformação que daria origem às inovações, idéias que caminhem para uma melhoria conjunta, por um grupo, e não melhorias que visam o individuo sozinho. É complicado visualizar um mundo assim em um futuro próximo mas como coloca Mario Quintana em seu poema: "Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora A mágica presença das estrelas” Por mas que nos tenhamos dificuldade de visualizar este mundo nosso, acontecendo em um futuro próximo, e este mundo pelo que vemos em nossos dias atuais seja quase inatingível, nos pensamos que acreditar que ele é sim possível e caminhar para que esta mudança ocorra já nos torna pessoas que contribuem de alguma forma para este mundo. Outra utopia seria se todos pensassem assim, todos caminhariam para uma presença ativa em nossa sociedade.

Por que esta atividade foi considerada pelo grupo como uma maneira de se caminhar rumo a esta utopia?

Nós acreditamos que o empreendedorismo social é um exemplo de como as pessoas podem ser mais ativas e contribuir mais através deste meio, pois alguns projetos têm dificuldades para conseguir uma maior visibilidade em meio de tantos outros, mas isso não os torna menos inovadores, através desta rede eles ganham voz, ganham um espaço, assim a possibilidade de mudanças não fica apenas na mão de poucos. As nossas crenças,nossas utopias estão presentes no discurso da rede Ashoka: “A Ashoka acredita que todos nós somos capazes de mudar o mundo. Mesmo que não tenha organizado nenhuma atividade social, é possível contribuir com as atividades sociais que já existem. Para isso, a Rede de Empreendedores Sociais da Ashoka é uma grande fonte de inspiração e de trabalhos sérios, inovadores e de amplo impacto na sociedade.” A grande questão utópica na Ashoka é a possibilidade de pessoas comuns terem suas ideias levadas em consideração, em contraposição a um cenário em que a possibilidade de transformação se encontra somente nas mãos daqueles que possuem um grande capital.

Análise e discussão dos aspectos "positivos" e "negativos" (do ponto de vista do grupo) desta atividade. Em que medida os objetivos estão sendo alcançados? O que pode ser melhorado? O que vocês consideram "admirável"? Por que?

Como falado anteriormente, para nós, o grande aspecto positivo desta organização é a visibilidade dada a idéias que por sí só não se sobressairíam. Existem ideias muito interessantes e que tem como provocar um grande impacto social, mas que precisam ou de recursos financeiros, de materiais ou até mesmo uma forma de viabilizar seu projeto, sendo que tudo isso é possibilitado pela Ashoka. No entanto, quando fomos lendo sobre os projetos que já foram apoiados, percebemos que eles tem atuações bastante pontuais, e duvidamos um pouco do “grande impacto social” que isto provocaria. Mas é justamente o funcionamento em rede que satisfaz esse problema. As soluções aplicadas em um lugar podem ser transmitidas e estudadas para serem aplicadas em outro e assim por diante. Cada um desses pequenos projetos já produz um impacto significativo, mas se levarmos em conta todos os “fellows” que são apoiados em mais de 70 países pelo mundo, este impacto se torna bem maior.

Um ponto negativo é que a área de atuação ainda é reduzida no mundo inteiro. São 70 países, mas eles estão distribuídos de uma forma um pouco desigual. O ideal é que sempre busquem doações para conseguir expandir a rede para o máximo de lugares possíveis, mas sabemos que isto é um objetivo deles, e como citado anteriormente com o exemplo da JPMorgan Chase Foundation, eles buscam firmar parcerias para que isso se torne possível.

Consideramos admirável a iniciativa de ir atrás de novos projetos que possam melhorar diversas áreas da convivência do homem com o outro, com o mundo, e de buscar essas iniciativas não onde já existe um foco de atenção concentrado, um foco de capital, e sim ouvir a proposta de milhares de pessoas que querem viabilizar e expandir seus projetos.

Que conceitos, conhecimentos e valores estudados no ensino médio (em biologia ou em outra matéria) foram importantes para a realização deste trabalho? Há coisas que não estudamos na escola e que seria interessante estudar para que um outro mundo seja realmente possível?

Nós não conseguimos olhar para este trabalho e reconhecer conceitos já estudados, mas o que podemos relacionar ao Colégio Equipe é que o colégio nos deu uma maior visibilidade para esses projetos e grupos alternativos, que caminham junto a um ideal. No temático de Sustentabilidade e Tecnologia vimos alguns exemplos de pessoas que desenvolveram projetos do tipo que poderiam ser financiados pela Ashoka. No segundo ano, o tema de um dos nossos ensaios de Cubatão foi voltado para a educação. Esse tipo de trabalho nos possibilitou criar uma atenção para a importância do investimento em educação, no estudo, e a Ashoka viabiliza isso, investindo no projeto de pessoas que estudaram para desenvolvê-los. Seria interessante se estivesse no currículo o estudo de projetos como os que a Ashoka investe, como fazemos no temático de Sustentabilidade e Tecnologia, pois estudamos muito grandes projetos e acho que isso as vezes acaba criando a falsa ilusão de que projetos pequenos não vão funcionar

Afinal de contas, o que podemos aprender com a experiência analisada neste trabalho?

Com esse trabalho, nós conseguimos desmistificar a ideia de que pequenas alterações não produzem grandes mudanças. A Ashoka é o exemplo de que um pequeno projeto, uma ideia simples, se compartilhada em uma rede, por exemplo, por surtir um grande impacto. Isso tem a ver com que o nós levamos da nossa experiência no Equipe, sempre acreditar no nosso potencial de mudança e não duvidar que uma ideia não possa ter um grande efeito.

Última atualização em Ter, 15 de Abril de 2014 18:46  


Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Como as interações ecológicas do homem são permeadas pela sua cultura?

Trabalhos Escolares
Com o aumento da população humana que vem ocorrendo pelo menos nos últimos 3 mil anos, o número de parasitas como carrapatos e bichos de pé, assim como o de muitos vírus e bactérias, sendo que...(22505)

O Sistema de saúde Universal Gratuito - França, Reino Unido e Cuba

Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
"A possibilidade de um mundo diferente está nas mãos do homem, portanto dele depende aceitar, corrigir, mudar e criar políticas que defendam uma sociedade menos decadente, e sim mais igualitár...(22447)

As clínicas de aborto na Holanda

Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
No século XX alguns países legalizaram o aborto, como a Holanda, a URSS e a Suécia. A Alemanha nazista também legalizou o aborto para as mulheres que eram consideradas "hereditariamente doente...(18280)

Melancia sem sementes: Para quê e para quem?

Trabalhos Escolares
Nessa lógica é que encontramos um paradoxo entre o que a ciência se proporia em sua essência, e a maneira pela qual a ciência e a tecnologia foiram apropriadas por aqueles que concentram em su...(15968)

A Biologia das Embalagens - análise da embalagem de Sucrilhos Kellogg’s

Trabalhos Escolares
Os valores nutricionais tornam-se um artifício cientifico para atrair mais consumidores ao produto em questão. As embalagens não comportam mais o objetivo inicial de comunicar informações nutr...(12909)