Políticas Federais de Educação

O pensamento divergente na educação - excelente vídeo!
Métodos de ensino
Seg, 16 de Abril de 2012 05:03, Escrito por Rodrigo Travitzki

Entrei em contato com este vídeo através do Facebook e gostei muito. Ele trata de algumas questões importantes sobre o modelo de educação pública que vem crescendo desde o iluminismo e suas contradições. O autor defende uma mudança de paradigmas e, diferente de muitos outros discursos parecidos, busca explicar como seria esta mudança. O centro da argumentação é o chamado pensamento divergente, que seria, simplificando, a habilidade de dar muitas respostas para a mesma pergunta.

Leia mais...
Escola da Ponte
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Seg, 22 de Novembro de 2010 16:26, Escrito por Helena Obersteiner e André Bergel

1-Informações gerais:

Este trabalho visa a análise da atuação da Escola da Ponte, localizada em Vila das Aves, uma cidade de Portugal. A instituição baseia-se numa proposta diferenciada de ensino, onde é valorizada essencialmente a singularidade de cada aluno, compreendendo que cada um possui uma trajetória de ensino diferenciada, sendo este um processo único e de desenvolvimento pessoal. Os redatores deste trabalho são André Bergel e Helena Obersteiner, alunos do terceiro ano 2010 do Colégio Equipe, tendo como professor orientador Rodrigo Travitzki.

Leia mais...
MEC deve propor novo modelo curricular, sem disciplinas e com opções para os alunos
Políticas públicas de educação
Seg, 06 de Julho de 2009 21:46, Escrito por Rodrigo Travitzki

O MEC dá sinais de que quer ver movimento. Propôs algumas mudanças curriculares para flexibilizar a estrutura do ensino médio. O "teste" deste novo modelo será feito ano que vem em cem escolas (a serem escolhidas), que receberão financiamento para isto. Ao que parece, as principais mudanças são:

1- não será necessária a divisão em disciplinas escolares (matemática, física, química, história, etc). A nova estrutura curricular tem 4 eixos: trabalho, ciência, tecnologia e cultura.

2- alunos devem escolher 20% da grade curricular

3- aumento da carga horária (de 2,4 para 3 mil horas anuais)

Leia mais...
Qual é o papel do estado na escolha do currículo?
Polêmicas
Sex, 13 de Fevereiro de 2009 17:53, Escrito por Rodrigo Travitzki

altEsta questão parece cada vez mais polêmica e decisiva para a educação, em especial no Brasil.

Devemos ter um currículo nacional mais rígido, como a França, ou mais flexível, como a Espanha? Que finalidade daremos ao currículo nacional? Homogeneidade de pensamento? Eficiência logística e administrativa? Embasar objetivamente formas de controle e punição?

Qual é a solução brasileira para o problema da diversidade cultural versus unidade administrativa?

Leia mais...





Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave