Políticas Federais de Educação

PEC 241: PEC dos gastos públicos ou PEC da desigualdade social?
Políticas públicas de educação
Qui, 20 de Outubro de 2016 15:54, Escrito por Rodrigo Travitzki

Compilo abaixo algumas fontes de informação sobre a PEC 241 – a PEC dos gastos públicos (segundo alguns) ou a PEC da desigualdade social (segundo outros). Acredito que o segundo nome é mais adequado e juntei algumas informações que mostram isso. Concordo com Romeu Karnikowski, que diz:

Não resta dúvida que a aprovação da PEC 241 implicará em cortes profundos nos pilares essenciais do poder público que são a educação, saúde, segurança pública e aplicação da justiça, sem falar no financiamento da infra - estrutura do País. Ela congela por cerca de vinte anos a grade fiscal e o orçamento propugnado pelo governo mesmo se ocorrer cresciment o econômico nesse período.” Leia tudo aqui

Em relação à Educação, um estudo feito pela própria Câmara dos Deputados (ago/2016) mostrou, com base nos dados de 2011 a 2015, que a PEC deve diminuir os gastos federais com educação (do pagamento de professores à compra de materiais didáticos). O que poderia até ser uma medida compreensível, se o Brasil não fosse um dos que menos investe em educação. Além disso, se entendi bem os dados, há um problema adicional na PEC que é utilizar como parâmetro o ano de 2016, justamente o ano da crise, quando todos os gastos públicos (exceto com bancos e poderosos em geral) estão reduzidos.

Leia mais...
O Movimento Moinho Vivo
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Qua, 28 de Maio de 2014 18:46, Escrito por Sara Sallum, Maria Cembranelli e Verônica Rosa

 1- INFORMAÇÕES GERAIS:

Nome da atividade: Movimento Moinho Vivo

Breve descrição do trabalho realizado: Organização dos moradores da Favela do Moinho, localizada nos Campos Elíseos, a única favela do centro de São Paulo. O movimento luta por melhores condições urbanísticas da favela. As pautas imediatas são implantação de sistemas de água, luz, esgoto e segurança contra incêndios.

O movimento atua dentro da Favela do Moinho. A entrada da favela fica na rua Dr. Elias Chaves nº 20, próximo ao viaduto Rio Branco.O movimento Moinho Vivo é fruto de um trabalho do projeto comboio em conjunto à associação de moradores da favela do Moinho. Conversamos com dois moradores da favela: Caio Castor, atuante do Comboio; e Humberto Marques Rocha, presidente da associação de moradores.

Leia mais...





Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave