Políticas Federais de Educação

O "sistema anti-chute" do novo ENEM funciona mesmo?
Polêmicas
Sex, 04 de Setembro de 2009 22:21, Escrito por Rodrigo Travitzki

Quando escutei que o novo ENEM teria um sistema anti-chutes, achei ótimo. Sempre achei estas provas de múltipla escolha um tanto rudimentares. Meus alunos, diferentemente, não gostaram da mudança. Não porque sejam afeitos ao ato de chutar, mas por serem os principais envolvidos num jogo com regras mutantes. E porque será inevitável dar uma leve chutadinha na maratona ENEM 2009 (haja neurônio e chocolate). Mas afinal, chutar ou não chutar no novo ENEM? Será melhor deixar em branco ou jogar a moeda? Resolvi, então, ler mais um pouco sobre o assunto.

Leia mais...
O novo ENEM está melhor? O que mudou?
Políticas públicas de educação
Ter, 30 de Junho de 2009 15:22, Escrito por Rodrigo Travitzki

Este é um ano de mudanças significativas no sistema de ensino brasileiro. O ENEM está de cara nova, a Fuvest também, o vestibular deixou de ser obrigatório para as universidades federais. A primeira reação, quase instintiva, costuma ser de rejeição, crítica. Principalmente para quem trabalha com educação. Ou melhor, para quem está dentro da sala de aula. Tal repulsão é fácil de entender. Imagine-se um jogador de futebol ouvindo o juiz dizer, no meio do jogo, que as regras mudaram. Aparecem mais algumas traves no meio do campo, alguns bandeirinhas extras, o time aumenta e o próprio campo também. E nisso você jogando.

Leia mais...
Professor nota zero foi 4 vezes pior que o "chute" - veja o cálculo
Políticas públicas de educação
Ter, 17 de Fevereiro de 2009 18:06, Escrito por Rodrigo Travitzki

Segundo as informações de Dimenstein (afinal ainda não saiu estatística oficial da secretaria com os resultados), dos 214 mil professores que participaram da prova, 3 mil tiraram zero. Isso espantou a todos. Alguns disseram que era um número muito alto, estatísticamente improvável. Será mesmo?

Resolvi verificar esta hipótese com um cálculo simples. A conclusão foi: se todos os professores chutassem todas as questões, seria esperado que 808 deles tirassem zero. O que é quase um quarto de 3 mil. Ou seja, é bastante improvável que tantos professores (ou seres humanos jogando dados) tenham tirado zero na prova.

Leia mais...
Análise da prova para professores temporários (biologia) e questões comentadas
Como ensinar biologia?
Seg, 16 de Fevereiro de 2009 21:32, Escrito por Rodrigo Travitzki

A fim de aprofundar a discussão sobre a prova para professores temporários, resolvi analisar o exame propriamente dito. As provas foram bem feitas? Estavam difíceis? O que significa tirar zero nessa prova?

Resumo da análise (prova de biologia):

Leia mais...
Análise crítica do ENEM 2008: estamos no rumo certo?
Políticas públicas de educação
Qua, 03 de Setembro de 2008 00:04, Escrito por Rodrigo Travitzki

Estudantes e profissionais de todo o Brasil realizaram mais uma vez o esforço coletivo chamado ENEM. Numa rápida busca pela rede, os formadores de opinião parecem estar satisfeitos com o processo como um todo. Alguns dizendo que a prova está mais difícil, outros que está igual, a maioria concordando que era cansativa e teve maior número de gráficos e tabelas. Já começam a aparecer estatísticas sobre o exame, pressupondo que ele é uma boa fonte de informação sobre qualidade de ensino. Mas quase não se vê alguém avaliando a qualidade do que foi feito, no sentido mais amplo da palavra.

Leia mais...
A precisão matemática da mídia e as entrelinhas do aumento salarial
Cidadania
Ter, 12 de Agosto de 2008 01:32, Escrito por Rodrigo Travitzki
Acabei de ver a notícia Professores de São Paulo recebem 12,2% de aumento

Lendo o título temos a impressão de receber uma informação precisa, com vírgula e tudo. Se tirarmos desse número a inflação oficial, de sei lá quanto, provavelmente ficaremos felizes pela valorização financeira do professor no estado de São Paulo. Mas lendo a reportagem com um pouquinho de atenção, depois notamos uma sutil modificação do título:

"Professores da rede estadual de São Paulo receberam nesta quinta-feira o aumento de até 12,2% no salário-base aprovado pelo governo."

Leia mais...


Página 1 de 2



Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave