Políticas Estaduais de Educação

Análise da prova para professores temporários (biologia) e questões comentadas
Como ensinar biologia?
Seg, 16 de Fevereiro de 2009 21:32, Escrito por Rodrigo Travitzki

A fim de aprofundar a discussão sobre a prova para professores temporários, resolvi analisar o exame propriamente dito. As provas foram bem feitas? Estavam difíceis? O que significa tirar zero nessa prova?

Resumo da análise (prova de biologia):

Leia mais...
Lei do bônus para professores em São Paulo (texto completo da lei complementar 1078/08)
Políticas públicas de educação
Dom, 21 de Dezembro de 2008 21:44, Escrito por Rodrigo Travitzki

Há poucos dias Serra sancionou a chamada "lei do bônus". Antes de qualquer análise ou comentário, vamos disponibilizar o texto todo da lei. Encontrá-lo na rede não é tão fácil quanto deveria ser num estado que busca a transparência.

alt
LEI COMPLEMENTAR Nº 1078, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008
Institui Bonificação por Resultados - BR, no âmbito da Secretaria da Educação, e dá providências correlatas
Leia mais...
Grade curricular 2009: a secretaria de Educação de São Paulo publica resolução que fere autonomia das escolas e professores, diz APEOESP
Políticas públicas de educação
Qua, 03 de Dezembro de 2008 12:39, Escrito por Rodrigo Travitzki

A análise da resolução está no site da apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), e foi colada mais abaixo. Fiz um índice para agilizar a consulta.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: a grade sofreu alterações em 2011. Clique aqui para ver a grade atualizada.

Tabelas com as grades curriculares

Carga horária

Ensino Fundamental

Ensino Médio

Diretrizes para organização curricular

Matriz Curricular Básica para o Ensino Fundamental

Ciclo I

Ciclo II - 6º ao 9º anos ou 5ª a 8ª séries - Diurno com dois turnos diurno e período noturno*

Ciclo II -6º ao 9º anos ou 5ª a 8ª série - Diurno - Três turnos diurno

Ensino Médio - Formação Básica

Matriz Curricular - Período Diurno

Matriz Curricular - Período Diurno - Três turnos

Matriz Curricular - Período Noturno


Fax nº 79 - 28/11/2008

Resolução da SEE ataca autonomia das escolas e quer ampliar a municipalização. Estado quer obrigar os municípios a assumir o 1º ano do Ensino Fundamental

A Secretaria da Educação publicou no "Diário Oficial" de quarta-feira, 26, a Resolução SE 83, de 25 de novembro, que estabelece as diretrizes para a organização curricular do ensino fundamental e do ensino médio nas escolas estaduais.

 

Uma vez mais a secretária estadual de Educação impõe à categoria um pacote fechado sem qualquer discussão com a rede e, portanto, sem respeitar a autonomia das escolas. Entre outras medidas, por exemplo, estão previstas aulas aos sábados e, em conseqüência, a imposição de aulas a título de carga suplementar para os professores destas escolas, especialmente o PEB I. A APEOESP possui ação civil pública em trâmite que discute esse assunto. Como a ação ainda não foi julgada em primeira instância, há a possibilidade de se ajuizar mandado de segurança individual para aqueles que se sentirem prejudicados por essa situação.
Leia mais...
Educação em São Paulo: intervalo virou atividade extra-classe
Políticas públicas de educação
Sex, 10 de Outubro de 2008 07:50, Escrito por Rodrigo Travitzki
Saiu na folha e está no portal do Cristovam Buarque:

O governo José Serra (PSDB-SP) decidiu contabilizar como horário para preparação de aulas e correção de provas os intervalos de dez minutos entre as aulas na rede estadual.A medida foi tomada para ajustar a rede à lei federal sancionada em julho, que determinou que docentes do ensino básico devem ficar 33,3% da jornada em atividades extra-aula. Autor do projeto da lei federal, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) afirmou que a nova interpretação do governo paulista "é uma farsa".

Leia mais...
Apostilas do estado com erros ortográficos: o que isto indica?
Políticas públicas de educação
Seg, 30 de Junho de 2008 13:58, Escrito por Rodrigo Travitzki

Diz o portal do Globo (06/06/2008):

"A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo distribuiu apostilas para os professores da rede pública de ensino com um erro de português. No caderno de dicas entregue aos docentes de inglês da 8ª série a palavra ensino está grafada "encino".

Segundo o professor Carlos Ramiro de Castro, presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), o sindicato ainda não terminou de fazer a revisão em todos os livros entregues para serem usados no segundo semestre, mas esta não é a primeira vez que isso acontece.

Leia mais...


Página 4 de 5



Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave