Por que a secretária Maria Helena se demitiu? Várias versões

Imprimir

altQual é a verdadeira razão do afastamento? Vemos na mídia que a secretária da educação Maria Helena diz ter se demitido do cargo por motivos "estritamente pessoais", e que está satisfeita por ter cumprido suas metas. A maioria das reportagens relaciona a demissão com os mapas errados distribuídos a todo o estado de São Paulo. Segundo o Globo, ela chegou a dizer que "erros como esse ocorrem muitos. Em jornais, toda semana publicam mapas errados". Uma fala bastante infeliz e desnecessária, principalmente vinda de uma profissional do alto escalão.

Segundo Paulo Renato (e a própria Maria Helena), sua melhor contribuição foi a criação de indicadores estaduais de educação - área em que trabalhava no ministério, durante a gestão PSDB. O ex-ministro da educação, nomeado agora secretário, diz que ela voltará a trabalhar com sua especialidade. Talvez isto seja um bom sinal para São Paulo. Talvez não, veremos...

Mas, afinal, por que a secretária se demitiu?

Em entrevista à Folha, Maria Helena tentou explicar o motivo do afastamento: "Por razões pessoais e familiares. Até porque o que deveria ser implementado já foi. A mudança é mais de natureza política, por isso o deputado Paulo Renato [PSDB/SP] vem para cá."

Repare que ela começou dizendo que eram motivos pessoais e terminou explicando que eram motivos políticos. Coisas de entrevista, onde não dá para apagar o texto escrito...

Mas que motivos políticos seriam estes? Segundo o Estadão, Serra está de olho nas eleições de 2010 e por isso preferiu mudar a secretaria de educação. Maria Helena está desgastada na mídia, e Paulo Renato traria mais confiança (e mais votos) para uma possível candidatura de Serra em 2010. A própria secretária disse "Ele tem mais peso político para as eleições de 2010".

Mas por que houve este desgaste da imagem da secretária? Talvez tenha sido o mapa incorreto. Para a APEOESP, o buraco é mais embaixo:

"A atual secretária perdeu as condições de continuar gerindo a educação paulista por não saber ouvir, não se dispor ao diálogo e por não ter a capacidade de aprender com seus próprios erros. Em sua gestão a APEOESP e demais entidades da educação não encontraram nenhum espaço de negociação. Ao contrário, em vários momentos a secretária pretendeu ser, ela própria, a representante dos professores, dos funcionários e até mesmo dos estudantes, declarando ser a única defensora dos interesses destes segmentos, aos mesmo tempo em que questionou reiteradas vezes a representatividade das entidades, mais particularmente, da APEOESP." Leia mais

Esta é a opinião da "grande adversária" de Maria Helena, Maria Izabel Azevedo Noronha. Alguns concordam, outros discordam. Cada um tire suas próprias conclusões.

 

Referências
(acessadas em 29/3/09)

Entrevista completa: http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u542006.shtml

http://oglobo.globo.com/pais/cidades/mat/2009/03/27/secretaria-de-educacao-de-sp-cai-apos-mapa-errado-distribuido-escolas-755028751.asp

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,maria-helena-sai-da-educacao-estadual-e-cede-para-paulo-renato,345797,0.htm

http://www.cut.org.br/content/view/13301/

http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid345797,0.htm

Última atualização em Ter, 01 de Setembro de 2009 21:41  


Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Veja a nova grade curricular de São Paulo (2012)

Políticas públicas de educação
A grade curricular do estado de São Paulo sofreu algumas alterações para o ano de 2012. A última mudança havia sido feita em 2008. Só pra ressaltar, esta grade é obrigatória apenas para as esc...(56518)

Lei do bônus para professores em São Paulo (texto completo da lei complementar 1078/08)

Políticas públicas de educação
Há poucos dias Serra sancionou a chamada "lei do bônus". Antes de qualquer análise ou comentário, vamos disponibilizar o texto todo da lei. Encontrá-lo na rede não é tão fácil quanto deveria s...(42779)

Grade curricular 2009: a secretaria de Educação de São Paulo publica resolução que fere autonomia das escolas e professores, diz APEOESP

Políticas públicas de educação
A análise da resolução está no site da apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), e foi colada mais abaixo. Fiz um índice para agilizar a consulta. OBSERV...(38728)

Plano Nacional de Educação 2011-2020 (texto completo com índice de metas)

Políticas públicas de educação
O novo Plano Nacional de Educação foi apresentado hoje (15/12) pelo ministro da Educação Fernando Haddad ao presidente Lula. O projeto de lei descreve, dentre outras coisas, as 20 metas para a...(33725)

Projeto de lei limita número de alunos por sala de aula

Políticas públicas de educação
DEU NA AGÊNCIA BRASIL:CCJ da Câmara aprova projeto que limita número de alunos em sala Amanda Cieglinski "Brasília - Um projeto que limita o número de alunos por sala de aula nas escolas púb...(22058)