Políticas públicas de educação

Promessas de campanha para a educação - Serra e Dilma

Imprimir

Promessas de campanha para a educação - Serra e DilmaPara quem gosta de boas estórias, como chapeuzinho vermelho, três porquinhos ou Poliana moça, aí vão algumas promessas dos atuais candidatos para a área da educação. Anote bem e releia de 4 em 4 anos.


DILMA:

- erradicação do analfabetismo
- expansão do orçamento para educação
- banda larga em todas as escolas

“Temos um compromisso: superar a exclusão digital e, já numa primeira etapa, democratizar e universalizar o uso da internet de maneira massiva nas escolas públicas de todo o País. Nós temos os meios e os recursos para promover a revolução digital na educação”, afirmou Dilma em recente artigo."

SERRA:

"Serra, no discurso do lançamento de sua pré-candidatura, afirmou que é fundamental melhorar o aprendizado na sala de aula e manter o adolescente na escola. “Vamos turbinar o ensino técnico e profissional, aquele que vira emprego. Emprego para a juventude, que é castigada pela falta de oportunidades de subir na vida. Ensino de qualidade e de custos moderados, que nos permitirá multiplicar por dois ou três o número de alunos no país inteiro, num período de governo.”


Trechos e informações retirados do artigo Educação é “prioridade das prioridades", de Gabriela Dobner, Nara Alves e Priscilla Borges, portal IG-educação.

 


 

Última atualização em Sáb, 08 de Maio de 2010 18:29
 

Bônus para professores de São Paulo- 2010

Imprimir

Segue abaixo as informações principais sobre o bônus (gratificação) deste ano:

- Bônus deve ser pago nesta quinta, 25/3;

- Dos que receberão o bônus, 63% ganharão mais que R$ 2.500;

- "73% das escolas atingiram ou ultrapassaram as metas em ao menos um nível de ensino", segundo o secretário de educação, Paulo Renato;

- Não há previsão de aumento salarial: “Não temos considerado neste momento reajuste no salário-base, a não ser aquele que já vem com as gratificações, ou seja 5% agora, 5% no ano que vem e 5% no outro ano", diz Paulo Renato.

Última atualização em Qui, 04 de Agosto de 2011 14:43 Leia mais...
 

Professores entram em greve em SP

Imprimir

Diz o jornal O Estado de São Paulo:

"Cerca de mil professores da rede de ensino estadual de São Paulo reunidos nesta sexta-feira, 5, em assembleia, aprovaram entrar em greve na próxima segunda-feira. Sem reajuste salarial desde 2005, a categoria reivindica reposição de 34,3%.

Segundo o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), durante as negociações não houve acordo com o Governo, que não ofereceu nenhuma contraproposta.

Atualmente, um professor de 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental tem salário-base de R$ 785,50, na jornada de 24 horas semanais (na jornada de 40 horas por semana, o valor passa para R$ 1.597,55). Para o corpo docente que leciona de 5ª a 8ª série e no Ensino Médio, o salário-base é R$ 909,32 (R$ 1.834,85 para 40 horas semanais). O último reajuste foi de 15%."

Leia tudo em Professores da rede de ensino estadual de SP aprovam greve

Última atualização em Qua, 10 de Março de 2010 12:26
 

Uniban e as universidades "de mentirinha": tudo menos educação

Imprimir

Para além de minissaias, loiras, jovens revoltados com a própria libido e escândalos midiáticos, o episódio da aluna da Uniban tem muito a nos ensinar. Ontem, descobri que ela foi expulsa desta "universidade", e ainda com o argumento "pegagógico" de que "a educação se faz com atitude e não com complacência". Bem, se a Uniban sabe o que é educação, isto é novidade pra mim. Até onde sei, a Uniban é uma empresa que serve para dar lucro, não para educar. Educar não dá lucro. Cursos de especialização sim, mas não universidades.

O artigo abaixo, retirado do portal do Luis Nassif, desenvolve melhor esta idéia. A febre por diplomas universitários (um problema da cultura brasileira) unida à política de "democratização" do ensino superior (o "liberou geral" instituído pelo MEC logo após a nova LDB) produziu esta barbárie no ensino superior. Para se ter uma idéia, no Brasil há quase dez vezes mais faculdades de direito que nos EUA (que é a "terra dos advogados") e há mais faculdades de medicina que em toda a Europa. Os jovens perdem tempo e dinheiro com cursos "de mentirinha", enquanto os donos enchem o bolso de dinheiro. Confira no artigo de André Araujo. Ah, e podem esperar que no próximo mês alguma revista de fotos femininas fará um "ensaio sensual com a loira da Uniban".

Última atualização em Qui, 19 de Novembro de 2009 13:08 Leia mais...
 


Página 7 de 15



Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Veja a nova grade curricular de São Paulo (2012)

Políticas públicas de educação
A grade curricular do estado de São Paulo sofreu algumas alterações para o ano de 2012. A última mudança havia sido feita em 2008. Só pra ressaltar, esta grade é obrigatória apenas para as escolas es...(54251)

Lei do bônus para professores em São Paulo (texto completo da lei complementar 1078/08)

Políticas públicas de educação
Há poucos dias Serra sancionou a chamada "lei do bônus". Antes de qualquer análise ou comentário, vamos disponibilizar o texto todo da lei. Encontrá-lo na rede não é tão fácil quanto deveria ser num ...(41671)

Grade curricular 2009: a secretaria de Educação de São Paulo publica resolução que fere autonomia das escolas e professores, diz APEOESP

Políticas públicas de educação
A análise da resolução está no site da apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), e foi colada mais abaixo. Fiz um índice para agilizar a consulta. OBSERVAÇÃO IM...(38323)

Plano Nacional de Educação 2011-2020 (texto completo com índice de metas)

Políticas públicas de educação
O novo Plano Nacional de Educação foi apresentado hoje (15/12) pelo ministro da Educação Fernando Haddad ao presidente Lula. O projeto de lei descreve, dentre outras coisas, as 20 metas para a próxim...(33368)

Projeto de lei limita número de alunos por sala de aula

Políticas públicas de educação
DEU NA AGÊNCIA BRASIL:CCJ da Câmara aprova projeto que limita número de alunos em sala Amanda Cieglinski "Brasília - Um projeto que limita o número de alunos por sala de aula nas escolas públicas f...(21348)