Aquecimento global e complexidade

Qui, 01 de Maio de 2008 19:34 Rodrigo Travitzki
Imprimir

Mais uma lenha na fogueira do aquecimento global. Embora estejam todos tratando a questão como resolvida, especialistas alemães discordam, segundo a BBC.

"A temperatura da Terra deve se manter estável na próxima década devido à aproximação de ciclos climáticos mais frios, segundo previsões feitas por especialistas alemães

De acordo com a pesquisa, publicada pela revista Nature, a justificativa para esta conclusão, que contraria previsões de que o planeta teria entrado num processo irreversível de aquecimento, se encontra no ciclo natural das temperaturas do oceano Atlântico Norte.

Conhecido como Oscilação Multidecadal do Atlântico, o fenômeno altera as temperaturas da superfície do mar, influenciando as correntes marítimas que levam calor dos trópicos à Europa.

Segundo os especialistas, o fenômeno, que ocorre num intervalo de 5 a 8 décadas poderia explicar por que as temperaturas elevaram-se no início do século passado voltando a se resfriar nos anos 40."

E agora?

A Terra vai esquentar ou não? Em qual especialista devemos acreditar? Os cientistas não deveriam saber as respostas e chegar num consenso? O IPCC não é o infalível oráculo de Delfos? E o coelhinho da páscoa, como vai?

Pois é. Essa é a lição que a complexidade tem pra dar à ciência. Modelos matemáticos são apenas modelos matemáticos. A realidade tem sempre a última palavra.

E nos sistemas complexos há feedbacks e não linearidades que dificultam a previsão.

Ou seja: a questão do aquecimento global, longe de estar resolvida, continua sendo uma questão.

Última atualização em Qua, 02 de Setembro de 2009 00:30