Salve o professor!

Ter, 15 de Outubro de 2013 19:19 Rodrigo Travitzki O educador
Imprimir

Esse título, no contexto do dia dos professores, pode significar um "bravo", um "salve", um "hip hip urra" aos profissionais de tão importante atividade humana. Mas também pode ser que, por algum motivo, tais profissionais estejam à beira da extinção, assim como algumas espécies de mamíferos. Crise do capitalismo, crise da pós modernidade, crise na educação, não sabemos bem por onde começar.

Nesse dia dos professores, além de parabenizar a tantos colegas e pessoas queridas, eu gostaria de manifestar meu apoio aos professores do Rio de Janeiro, que estão em greve há dois meses e vêm sendo duramente reprimidos pelas forças do estado, ao invés de serem minimamente escutados.

Colo abaixo um trecho de um depoimento de uma professora sobre a greve no Rio de Janeiro (não conheço, mas taí o link pra quem quiser conferir).


"com essa gestão, perdemos o que tínhamos de mais caro no processo pedagógico: a autonomia de atender as necessidades de nossos alunos. Tudo é genérico, vale do aluno do Leblon, aquele que estuda na escola pública que fica dentro do condomínio na Barra, passando pelo da favela de Santa Cruz. Não, não é feito para funcionar.

Eis então, que surge o PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) da Prefeitura do Rio de Janeiro, que une as duas frentes da nossa luta. Ataca diretamente a nossa carreira e institucionaliza o projeto de educação a partir da reforma do quadro de professores.

O plano institucionaliza a separação entre professor e pesquisador, desautorizando-nos a produzir o conhecimento (logo, criando cada vez mais profissionais com dificuldade de criticá-lo) quando afirma que as pós-graduações valorizadas serão somente as da área de educação (não que esta não seja importante, mas o professor precisa ter o direito de escolher a área que deseja pesquisar)"

Por Larissa Costard.

Leia mais em "Relato de uma professora sobre a greve da educação no Rio de Janeiro", no link: http://blogueirasfeministas.com/2013/10/relato-de-uma-professora-sobre-a-greve-da-educacao-no-rio-de-janeiro/

 

Última atualização em Ter, 15 de Outubro de 2013 19:44