Estudantes brasileiros são explorados na Bolívia

Imprimir

A denúncia foi feita pelo Juruáonline, portal de notícias da Amazônia:

por NELSON LIANO JR, DE SANTA CRUZ DE LA SIERRA

"Os jovens são submetidos a todo tipo de exploração moral e financeira. Grande parte dos estudantes não tem o visto de permanência que garantem a legalidade da situação em terras estrangeira. Porisso, ficam expostos à corrupção e achaques de propinas para poder estudar.

Propinas de um lado, descaso do outro

As reclamações dos universitários foram canalizadas para a sórdida relação com as autoridades bolivianas e com os representantes consulares brasileiros de Santa Cruz e também para as direções das instituições particulares de ensino da Bolívia, que segundo eles, cobram taxas absurdas para todo o tipo de documentação, além de aumentar as mensalidades sem critérios prévios. O cônsul do Brasil, Roberto Pessoa da Costa, ouviu tudo como se estivesse tendo contato com essa realidade pela primeira vez. Vale lembrar que o diplomata representa o Itamaraty em Santa Cruz há sete meses. Os alunos reclamaram do péssimo tratamento que recebem quando procuram o consulado brasileiro. (...)

Princípio da reciprocidade: ninguém sabe, ninguém viu

Juliano preferiu chamar a atenção para uma comparação com a forma como os estudantes bolivianos são tratados no Brasil. “Lá os bolivianos não pagam nenhuma taxa. Enquanto aqui nos pedem 25 tipos diferentes de documentos para conseguirmos o nosso visto de estudantes. Além disso temos que pagar tarifas absurdas e agora nos exigem fazer toda essa burocracia em duplicidade. Temos que ir até a fronteira para conseguirmos um visto consular. Não existe nenhuma reciprocidade de tratamento e isso é uma falha da nossa diplomacia muito séria”, ressaltou."

Leia a notícia na íntegra

Estudantes de medicina brasileiros são explorados na Bolívia (29 de Outubro de 2009)

 

Última atualização em Seg, 02 de Novembro de 2009 11:51  


Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Cenas de violência gratuita na USP

Denúncias
violencia-policial-na-uspAlém de professor sou também aluno. Faço doutorado na USP e venho sentindo alguns efeitos da greve em meu cotidiano. Nada fatal, apenas falta de biblioteca, bandejão, cepeusp, e uma aula cance...(11962)

Reportagem revela corrupção na secretaria de educação de Barueri

Denúncias
A equipe de Marcelo Tas (programa CQC, da Bandeirantes) doou uma TV de última geração para a secretaria de educação do município de Barueri, chefiada pelo irmão do prefeito. O aparelho, que ...(5029)

Escola pública acusada de vigiar alunos via notebook - panóptico digital

Denúncias
Saiu no Jornal Nacional (19/2) a notícia de que uma escola pública americana distribuiu notebooks aos alunos, que estariam sendo usados como forma de vigilância. Os alunos perceberam que a luz...(4613)

Educação ambiental ou marketing ecológico? Alunos participam de atividades ambientais questionáveis, promovidas pelas empresas de eucalipto

Denúncias
A notícia foi divulgada por Germano Woehl Jr no Portal O Eco. Veja um trecho abaixo. “O que mais me surpreendeu foi uma outra diretora revelar que os alunos de sua escola já foram obrigados...(4183)

Mudanças nas regras do Saresp podem ter interesse político

Denúncias
Segundo a jornalista Adriana Ferraz, o governo do Estado de São Paulo mudou o critério de classificação para elevar a média das escolas. Diz o início da reportagem Governo Serra altera classif...(4109)