Um outro mundo é possível? Os alunos buscam respostas

Fundação Projeto Sorria

Imprimir

ALUNAS:

Amanda Rana

Carolina Veneroso

Gabriela Varajão

INFORMAÇÕES GERAIS

A fundação projeto sorria atua buscando promover saúde bucal em crianças e jovens de zero a dezoito anos, possibilitando a elas “tratamento odontológico gratuito e de qualidade[1]”. É uma fundação que atua na cidade de Ouro Preto- MG e não tem fins lucrativos.

Sua atuação na cidade de Ouro Preto conta com nove unidades odontológicas localizada em diferentes bairros da cidade (Santa Efigênia, Piedade, Saramenha de cima, São Cristóvão, Cachoeira do Campo, Pocinho, Antonio Pereira, APAE, Lavras Novas), e uma unidade móvel (que está localizada no Bloco Cirúrgico da Santa Casa de Misericórdia). Todas suas unidades contam com consultório odontológico e escovário.

O endereço para contato com a Fundação é Rua Antônio de Albuquerque, 180. Pilar CEP 35400-000 Ouro Preto- MG; o telefone é (31) 3551-5079 e o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .


CONHECENDO A PROPOSTA

A Fundação Projeto sorria surgiu de um sonho do cirurgião dentista Aluísio Fortes Drummond de possibilitar acesso a tratamentos odontológicos para população carente, visto que não existia nenhum programa gratuito ligado a saúde bucal. Toda a idéia do projeto começou com a atuação do idealizador e diretor do projeto, ensinando sobre os cuidados bucais que devem ser tomados nos morros da cidade em 1978. Em 1990, a atuação começou a ser feita em uma creche no bairro de Santa Efigênia e em 1991 foi inaugurada a primeira unidade do projeto. Desde então foram inauguradas outras oito unidades fixas e uma unidade móvel, e o numero de crianças atendidas vem aumentando.

O projeto funciona em diferentes etapas, a primeira delas é controlar as doenças existentes, depois começam as atividades preventivas e educativas; na segunda etapa são reconstruídas as partes danificadas pela doença; na terceira etapa ocorre a socialização de informações; e na quarta etapa a atenção se vira para problemas mais complexos e especializados.

Para que o projeto consiga funcionar gratuitamente, ele conta com o apoio da prefeitura, de diversas empresas privadas e também com contribuições feitas pela comunidade. A fundação também conta com o apoio de um número de profissionais da área para tornar o projeto possível.

Assim como muitos outros projetos que têm a função de melhorar a qualidade de vida das pessoas, o projeto precisa de apoio de outras instituições para que consiga funcionar assim como necessita de profissionais da área, estes fatores dificultam que o projeto cresça enormemente conseguindo que toda a população tenha acesso a tratamento odontológico.

Mesmo tendo obstáculos, o projeto desde seu surgimento vem crescendo bastante conseguindo atingir suas metas de crescimento, inaugurando outras unidades e atendendo um maior número de crianças e jovens. Para o futuro, a fundação projeto sorria pretende aumentar ainda mais o número de atendimentos:

DISCUSSÃO

A saúde é uma das necessidades básicas humanas, sem ela não conseguimos fazer nada. A saúde não é só uma questão de tratamento e sim de prevenção e não somente da doença como também é preciso tratar a pessoa em si. Com isso acreditamos que o auxílio a saúde deveria estar ao alcance de todos, com boa qualidade, sem filas, com médicos que querem ajudar o outro e etc.

“As conquistas e também as dificuldades enfrentadas na construção de uma infra-estrutura adequada, os índices epidemiológicos, as parcerias, os amigos e a exaltação àqueles cuja sensibilidade nos faz acreditar que as utopias devem ser perseguidas, tudo isso faz parte da nossa história.[2]

Acreditamos também que além do auxilio a saúde, essas pessoas precisam de um auxílio psicológico pois a doença pode não estar no físico e sim no mental.

Por esses motivos demos o nome na nossa utopia de: Utopia, saúde como um bem comum.

Além da fundação ser relacionada com a saúde e isso só traz coisas boas, a própria instituição diz caminhar para uma utopia garantindo a saúde bocal de jovens em Ouro Preto,. de graça. Usando o senso comum de que “a saúde começa pela boca” podemos concluir que essa instituição caminha para a utopia da saúde como um bem comum para todos os jovens.

Para nós, o ponto positivo da instituição é que ela garante uma saúde bocal e, mais do que isso, um aprendizado para vida toda tanto na sua essência de cuidar da saúde quanto de ser um projeto solidário. Esses jovens que antes não tinha educação odontológica agora passam a entender como fazer para cuidar da saúde bocal e irão usar isso para toda a vida. Por isso é importante que o projeto seja focado nos jovens. Porém um ponto negativo que encontramos é o de que a instituição poderia atender ou somente dar aulas de como ter uma saúde bocal para pessoa de todas as idades. Pessoas que nunca tiverem esse auxílio hoje não sabem como fazer e podem estar com a saúde bocal deteriorada.

Segundo o site da instituição, os objetivos estão sendo alcançados na medida em que as crianças estão voltando dizendo que houve uma melhora muito grande na saúde bocal, além de serem tratadas de suas caries o que ajuda muito. Os pais das crianças também parabenizam a instituição, agradecendo-a.

Ao longo dos anos é possível comprovar a melhoria nos padrões de cárie das crianças participantes do programa  aplicado nas unidades odontológicas, seguido pelo aumento da cobertura de ações preventivas e curativas, de acordo com resultados das pesquisas.
A partir desse esforço de construção coletiva, em que a saúde da boca constitui parte de um processo integral de atenção ao indivíduo-cidadão, a Fundação Sorria se projeta no cenário nacional e internacional com alternativas e soluções  efetivas na mudança de parâmetros da área de saúde bucal.
[3]

Consideramos admirável o projeto como um todo. Essa iniciativa deveria acontecer em todas as cidades, garantida pelo governo em geral, sendo obrigatória com a mesma qualidade.

Pensar na saúde como um todo é difícil, pois a saúde parece ser algo muito individual, afinal, o corpo é meu, a doença é minha. Por exemplo, não basta cuidar bem do pulmão se você vive em uma cidade como São Paulo ou Cubatão, é quando passamos a pensar na saúde pública. No Brasil existe SUS – Sistema Único de Saúde –, que foi criado pela Lei Orgânica da Saúde com a finalidade de alterar a situação de desigualdade na assistência à saúde da população, tornando obrigatório o atendimento público de qualquer cidadão, sendo proibida a cobrança de dinheiro.A questão de saúde pública nos ajudou a entender muito bem o trabalho da fundação e sua proposta. Tudo que vimos em Cubatão relacionado com saúde publica e individual. É importante não tratar a saúde como um bem individual já que todos necessitam dela e de sua prevenção.

Achamos que todas nossas viagens de campo nos mostram a realidade de mundos diferentes dos nossos e isso é fundamental para entendermos melhor qualquer outro tipo de mundo. E principalmente a crença no ser humano é fundamental para que qualquer utopia seja conquistada. E isso só é aprendido ao longo da vida, com experiências e formação social.

Com esse trabalho e a pesquisa aprofundada sobre a fundação pudemos concluir e aprender que todo ser humano precisa de auxilio na prevenção de doenças e na saúde mental ou física. E que pequenas ONGs como essa podem fazer grandes diferenças na vida de jovens e suas famílias, e que com essa iniciativa mais pessoas podem se interessar e querer fazer coisas rumo a utopia.


REFERÊNCIAS:

http://www.fundacaosorria.com.br/parceiros/



[1] Extraído de http://www.fundacaosorria.org.br/afundacao/institucional.php

[2] Trecho tirado do site da fundação sorria: http://www.fundacaosorria.com.br/index/.

[3] Trecho retirado do site da fundação sorria: http://www.fundacaosorria.com.br/index/.

Última atualização em Sex, 26 de Fevereiro de 2010 22:48  


Para que serve a educação?
 

Selecione uma palavra-chave

Artigos mais lidos desta categoria

Como as interações ecológicas do homem são permeadas pela sua cultura?

Trabalhos Escolares
Com o aumento da população humana que vem ocorrendo pelo menos nos últimos 3 mil anos, o número de parasitas como carrapatos e bichos de pé, assim como o de muitos vírus e bactérias, sendo que...(22304)

O Sistema de saúde Universal Gratuito - França, Reino Unido e Cuba

Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
"A possibilidade de um mundo diferente está nas mãos do homem, portanto dele depende aceitar, corrigir, mudar e criar políticas que defendam uma sociedade menos decadente, e sim mais igualitár...(22284)

As clínicas de aborto na Holanda

Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
No século XX alguns países legalizaram o aborto, como a Holanda, a URSS e a Suécia. A Alemanha nazista também legalizou o aborto para as mulheres que eram consideradas "hereditariamente doente...(18133)

Melancia sem sementes: Para quê e para quem?

Trabalhos Escolares
Nessa lógica é que encontramos um paradoxo entre o que a ciência se proporia em sua essência, e a maneira pela qual a ciência e a tecnologia foiram apropriadas por aqueles que concentram em su...(15794)

A Biologia das Embalagens - análise da embalagem de Sucrilhos Kellogg’s

Trabalhos Escolares
Os valores nutricionais tornam-se um artifício cientifico para atrair mais consumidores ao produto em questão. As embalagens não comportam mais o objetivo inicial de comunicar informações nutr...(12807)