escola democrática

Escola Amorim Lima
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Qui, 24 de Outubro de 2013 10:46, Escrito por Ana Beatriz Reggiani, Daniel Simões, Júlia Mente

Suas primeiras mudanças foram fazer os alunos passarem mais tempo na escola, derrubar as paredes criando grandes salões de aula, pintar a escola de cores alegres e tirar o alambrado do pátio que cercavam os alunos no pátio durante o intervalo. A escola passou a oferecer mais atividades extracurriculares, e contando com o engajamento de alunos, pais e professores criaram-se diversas oficinas e aulas como de capoeira e teatro. E, além disso, também passaram a organizar mais eventos e festas, que só envolviam cada vez mais pessoas.

Leia mais...
A sociedade igualitário-coletivista e a escola da ponte
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Dom, 11 de Agosto de 2013 21:04, Escrito por Laura Bellotti e Pedro Micussi

"A escola funciona com a seguinte dinâmica: Os alunos formam grupos heterogêneos, que são por eles mesmos escolhidos e não tem restrições de turmas ou de ano de escolaridade (que na prática não existem). Mas os alunos se dividem em três núcleos: iniciação, consolidação e aprofundamento."

Maiores detalhes abaixo.

Leia mais...
Escola da Ponte
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Seg, 22 de Novembro de 2010 16:26, Escrito por Helena Obersteiner e André Bergel

1-Informações gerais:

Este trabalho visa a análise da atuação da Escola da Ponte, localizada em Vila das Aves, uma cidade de Portugal. A instituição baseia-se numa proposta diferenciada de ensino, onde é valorizada essencialmente a singularidade de cada aluno, compreendendo que cada um possui uma trajetória de ensino diferenciada, sendo este um processo único e de desenvolvimento pessoal. Os redatores deste trabalho são André Bergel e Helena Obersteiner, alunos do terceiro ano 2010 do Colégio Equipe, tendo como professor orientador Rodrigo Travitzki.

Leia mais...