educação informal

Educadores sem fronteiras.
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Ter, 04 de Dezembro de 2012 17:40, Escrito por Yuri Saad

Informações Gerais:

A organização não governamental conhecido como ”Educadores sem Fronteiras” tem como objetivo democratizar a educação dando aulas de acompanhamento educacional, complementando o ensino formal dado nas escolas. Fundado por Nádia Sacramento, Paulo Rocha e Maria José Ramos, estes três já tinham um histórico de educar jovens com dificuldades. Estes três se juntaram a mais seis amigos e acabaram se organizando para a manutenção da ONG. Lançada oficialmente em 12 de novembro de 2008.

Leia mais...
Projeto Guri
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Dom, 09 de Maio de 2010 09:54, Escrito por Mariana Jacinto

"O Guri é um projeto socioeducativo que oferece continuamente, nos períodos de contra turno escolar, cursos de iniciação e teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão". As aulas são gratuitas e devem ser cursadas por jovens de 8 a 18 anos que freqüentam a escola regularmente.

(...) entendemos que o Projeto Guri junto com outros projetos de mesmo caráter, seria uma das forma de caminhar rumo a essa utopia a longo prazo, pois mesmo não sendo uma instituição de ensino regular, ele é um projeto de iniciativa do governo que trabalha com a educação, responsável por estimular o desempenho dos alunos. Mesmo que tal projeto seja, de certa forma, uma maneira de tentar suprir minimamente o que a própria educação pública do país não oferece, é importante entender que tal iniciativa estaria rumo à nossa utopia, pois não implicaria em intervenções de empresas privadas, seria um projeto sem fins lucrativos, o que é difícil de se ter nas sociedades modernas.

Leia mais...
Movimento Jovem Consciente/ Projeto Treme terra
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Sex, 14 de Novembro de 2008 23:06, Escrito por Pedro Arneiro

Uma sociedade mais integrada com  maiores possibilidades de troca entre as pessoas, dando origem a uma aprendizagem conjunta e a uma construção de processos formativos através da convivência. Essa integração provoca um maior contato e conhecimento a respeito do coletivo no qual estamos inseridos, o que pode facilitar também na resolução de problemas tanto particulares quanto coletivos, na medida em que há uma noção mais apropriada da realidade cotidiana de cada um.

Leia mais...
Será possível um Brasil com 100% de leitores praticantes? Os projetos Expedição Vaga Lume e Mudando a História
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Sex, 14 de Novembro de 2008 14:06, Escrito por Tamas I. AGardi

O Projeto Mudando a História (PMH) e o Projeto Expedição Vaga Lume, que lidam com a mediação de leitura e o acesso ao livro para pessoas com pouco ou nenhum contato com ele, como forma de transformação cultural e social. A partir destes projetos (sem desmerecer os prováveis outros que lidam com mediação de leitura), elaboramos a pergunta: "será possível um Brasil com 100% de leitores praticantes?", e a partir dela embasaremos nosso trabalho.

Leia mais...
Pastoral Carcerária
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Sex, 14 de Novembro de 2008 00:56, Escrito por Tarsila Iglecio

A Utopia proposta em nosso trabalho visa essencialmente dar ênfase à importância de valores fraternos entre os indivíduos e ao já conhecido "trabalho de formiga" que as pessoas realizam, construindo através de bases consistentes, verdadeiros fortes. Em se tratando de seres humanos, este é o trabalho mais árduo e mais essencial para que ocorra qualquer início de mudança na sociedade.

Leia mais...