educação infantil

Direitos Humanos para crianças - Menino Maluquinho
Cidadania
Seg, 10 de Março de 2014 01:02, Escrito por Rodrigo Travitzki

O material é de 2008, só tomei contato recentemente, mas é bem interessante para trabalhar o tema com crianças, ou mesmo jovens e adultos.

É feito pelo Ziraldo, em uma parceria do governo brasileiro e a UNESCO.

Pode ser baixado neste link.

É bom lembrar que, quando falamos de cidadania, são importantes para o todo também os direitos e não apenas os deveres.

Projeto Era Outra Vez...
Utopia e cotidiano: buscando práticas idealistas
Qui, 01 de Dezembro de 2011 01:20, Escrito por Vitor Barbosa, Heidi Campana Piva, Barbara Campos, Juliana Castro

1 – Informações Gerais

Era Outra Vez... é um projeto vinculado ao Instituto Equipe e faz parte de um projeto de mediação de leitura que abrange toda a grande São Paulo, o Projeto Mediação de Leitura.

Seu trabalho, na prática, consiste na mediação de leitura para crianças e encontros de formação entre jovens de diferentes situações econômicas. Com este trabalho, o projeto foca aproximar o livro das crianças influenciando, assim, na sua formação. As mediações de leitura acontecem semanalmente.

Leia mais...
A terceirização da educação nos tempos de Rousseau
Princípios filosóficos
Qua, 10 de Março de 2010 11:39, Escrito por Rodrigo Travitzki
Enquanto lia o famoso "Emílio", de Rousseau, me deparei com o trecho abaixo, e logo pensei na questão da terceirização da educação. O filósofo está comentando o hábito, entre as famílias européias de sua época, de enfaixar os bebês, enrolando-os em panos para que fiquem mais protegidos. É bem interessante a forma como ele tece seu raciocínio, fundamentado na experiência, valorizando os processos naturais e criticando o excesso de artificialidade. Para mim, este trecho é uma excelente metáfora da terceirização da educação como um todo, embora se trate apenas da questão do enfaixamento das crianças.

Uma observação:  o texto foi escrito em 1762, muito antes da chamada "revolução feminina", então é esperado que tenha certo caráter, como chamamos hoje, "machista".

Leia mais...