ditadura

Fim da "Lei da mordaça" em São Paulo: agora só falta o Serra, diz Giannazi
Políticas públicas de educação
Sex, 19 de Dezembro de 2008 15:02, Escrito por Rodrigo Travitzki

No artigo "Fala mestra!, Fala mestre!", Sergio Haddad identifica fatores que inibem o professor brasileiro, como leis do tempo da ditadura proibindo a livre expressão dos funcionários públicos. Elas existem sob diversas formas em quase todos os estados brasileiros.

Agora, no site do deputado Carlos Giannazi (13/12/2008) descobrimos que:

"Um projeto de lei que foi aprovado no dia 10 de dezembro pela Assembléia Legislativa pôs fim ao artigo 242 da Lei Estadual 10261/68, conhecida como "Lei da Mordaça", que proibia o servidor público de se manifestar criticamente em relação aos atos da administração. Professores foram punidos com base nesta lei ao longo de sua vigência.

Leia mais...
Lei da ditadura ainda cala professores da rede pública
Políticas públicas de educação
Dom, 22 de Junho de 2008 11:48, Escrito por Rodrigo Travitzki

Diz Sérgio Haddad no Brasil de fato

"por que os professores não se expressam sobre suas condições de trabalho, sobre as mudanças que julgam necessárias, sobre o ofício de docente? Em conversas com jornalistas sobre a ausência da voz do professorado nas reportagens e matérias sobre políticas educacionais, foi identificado o tolhimento da sua expressão livre, baseado em mecanismos repressivos explícitos ou não.

Leia mais...