Mauricio Mogilnik

Para que serve um professor? Texto de Mauricio Mogilnik
O educador
Qua, 26 de Agosto de 2009 11:12, Escrito por Rodrigo Travitzki

Poderíamos dizer que o professor de Biologia é o responsável pela transmissão dos conceitos, princípios e métodos que fazem parte da tradição cultural de sua disciplina. Não haveria maiores problemas se estivéssemos ainda imersos numa tradição cultural oral.

Mas, neste final de século 20, como as informações já estão nos manuais, nos vídeos, nas revistas e nos computadores o professor de Biologia, como transmissor de conhecimentos, é pouco eficiente, senão inútil. Como eu não gosto da idéia de ser inútil, vamos tentar de outra forma.

Leia mais...
Como tornar pedagógico o livro didático de Ciências?
O que é um bom material didático?
Qui, 01 de Janeiro de 2009 00:00, Escrito por Rodrigo Travitzki

"Os livros didáticos, em especial os que se destinam ao 1ºgrau, (...) continuarão sendo o que são enquanto as críticas forem apenas as acadêmicas, pois, como não são professores universitários os que os utilizam no seu dia a dia, não há nenhuma razão mercadológica para que as editoras revejam a sua linha editorial."

Leia mais...
Qual é o papel do educador?
O educador
Seg, 07 de Abril de 2008 19:54, Escrito por Rodrigo Travitzki

Mais algumas palavras dos mestres. Este foi meu professor de biologia no Colégio Equipe. Graaaande professor!

Qual é o papel do educador na sociedade? Palavras do Maurício, retiradas de um blog de uma outra ex-aluna sua. Lembro-me de tê-las ouvido no cemitério israelita, entre lágrimas, dia 13 de outubro. Isto porque o velho mestre de barbas brancas aproveitou para ir-se justamente no dia do professor.

"Ficamos muito, e durante muito tempo, preocupados com o ensinar.

A nossa tarefa é outra.

Nossa tarefa é propiciar ao nosso aluno oportunidades planejadas que favoreçam o desenvolvimento de capacidades, habilidades e atitudes que o transformem num cidadão.
Esta dimensão, a dimensão política do nosso fazer deve ser resgatada para justificarmos a nossa presença como categoria profissional.


Favorecer a transformação de crianças egocênricas em cidadãos é a função social que nos distingue das demais e da qual não podemos abrir mão sob pena de continuarmos sendo uma corporação anacrônica de doadores de aula, substituíveis por qualquer tio de plantão.

Uma vez, um velho rabino disse que os professores começam ensinando o que não sabem, depois de algum tempo ensinam o que já aprenderam, depois de mais algum tempo ensinam o que é importante e só depois de muito tempo percebem que sua tarefa não é a de ensinar mas a de criar condições para que os alunos aprendam.
Era sábio o velho rabino"


( Extraído do texto "Avaliação" do professor Mauricio Mogilnik)